Archive for the ‘Me’ Category

Damn it.
25/05/2009

NANA_090Hoje definitivamente não é o meu dia. Parecia que eu estava adivinhando… Deve ser esse o motivo da insônia.

Que vontade de GRITAR, XINGAR e CHORAR! Mas não tem ninguém aqui para me ouvir… Loneliness.

Anúncios

Idiossincrasia
15/05/2009

FB_304Back, after a long time. Quanta coisa mudou desde o último post, a raiva passou… Falar a verdade nem sei porque tô postando porque não tenho nada pra falar. lolz E não tô nem um pouco afim de ficar falando dos meus dias, onde eu fui e deixei de ir, onde eu andei e etc. Mas que esse fim de semana vai ser lotado isso vai, vou ficar morta de cansaço, espero que dê para dar uma adiantada nos estudos no domingo, né.

Como a vida passa rápido, parece carro no cruzamento, passa e pronto. A gente nasce, vive a infância (que porra, já acabou!?) e a gente nem tem consciência de que a vive e depois vem a adolescência (a fase mais rebelde, mas eu de rebelde não tenho nada, fora algumas coisas né :x) e bom me considero ainda nela até eu completar meus 23/24 anos e então serei realmente uma adulta, para então tudo terminar na velhice e morreu, acabou. Como meu profº diz se formos pensar que podemos morrer amanhã, por que raios trabalhamos e fazemos as coisas!? Não há necessidade desse ceticismo extremo, of course. Temos que viver intensamente, aproveitando cada pequeno momento. Aproveitar que estou com saúde para correr atrás da Melody ou mesmo poder dar uma volta no shopping com a mãe. Aproveitar para estudar e então trabalhar e poder dizer, eu fui útil. Não pretendo ter tudo na vida, aliás eu não tenho e por mais que eu sonhe sei que não vou ter tudo que eu quero. Tá, eu quero me formar, fazer um mestrado/pós-graduação no exterior, abrir meu consultório ou passar em um concurso para psicóloga, ter casa própria e casar.  Vou fazer o possível para realizar tudo isso, mas não sei se conseguirei. Quem garante que eu não acabe fazendo minha pós em BSB mesmo!? Quem garante que eu não acabe trabalhando com uma área nada a ver!? Quem garante que eu não acabe uma encalhada e nunca case!? Quem garante que eu não case e tenha filhos algo que eu não quero ter!? Quem garante que eu não tenho uma porção de filhos pestinhas!? Quem garante que eu não encontre o amor da minha vida e acabe separando dele porque ele me traiu com outra!? Viajei na maionese. AHUEHAIAEIHAUIAEIUEA Mas ok, só para expressar a incerteza da vida e mostrar que mesmo que queiramos tal caminho não sabemos se ele irá ocorrer. Porém temos que traçar metas e seguí-las para se conseguir o que queremos, mesmo que não consigamos tudo, pelo menos quero conseguir o suficiente para realizar um pouco delas. E quem não quer felicidade ao fim da vida!? Eu quero, mas não sei se será possível, mas satisfeita eu pretendo estar MESMO, não quero ser uma depressiva ao fim da vida. Por isso sejamos felizes e mandemos o mal-hum0r para a putaqueopariu porque tenho muita coisa pra viver a ter que perder meu tempo com isso. Mesmo que viver intensamente seja ficar em casa tomando um chocolate quente vendo um filme, se isso me fizer bem, que seja. :)

Falei muita abobrinha por sinal. É o que me veio à cabeça, fazeroquê!? Não tava afim de falar de cotidiano. 8D

Ciao! ;*

Living in a big bubble.
29/04/2009

really hard...“Olhe para mim; meu nome é Poderia Ter Sido. Também sou chamado de Nunca Mais, Tarde Demais, Adeus.” Dante Gabrielle  Rossetti

Sim, meu humor está péssimo hoje. E nem queiram saber os motivos… Mas que droga, sério. Só não precisava jogar na minha cara que eu sou uma fracassada nesse quesito, não precisava MESMO. Um pouquinho de compreensão seria ótimo também.

Quando erram, ninguém nota. Quando eu erro, ah… Eu não voltar, porque eu tenho o meu orgulho a prezar. Como eu queria logo estar trabalhano ou em algum estágio só para ter meu próprio dinheiro. É foda ter que aguentar alguém no seu ouvido.  Um elogio ia bem… Mas pelo que eu percebi a situação vai continuar a mesma, não vai mudar nada. Que desgraça, e falo palavrão mesmo! Adeus… Adeus… Sonhei almejá-la, mas foi apenas uma alucinação.

Bah… Falar dos meus dias. No feriado, eu estava morrendo de febre muito incapaz para estudar e fazer trabalho. Foi péssimo, sério. Tantos dias para eu ficar doente e eu fico justo em véspera de 3 provas. Resultado: fui terminar o trabalho de Filo no dia de entrega meio-dia e para isso tive de matar a aula de Antropologia. Estudar doente é péssimo, mas foi o jeito. Só durou uns 2 dias e depois fiquei melhor. Agora só as aulas que vem se arrastando… Se bem que a aula de Antro tá bem mais legal, agora que o CHATO do TRAJANO está fora. :) O ruim: ele irá voltar daqui 1 semana. ¬¬ Eu definitivamente ODEIO os tiques nervosos dele, fato! O resto tá de boa, hoje teve filmiiinho na aula de Social… Estava morrendo de sono e praticamente dormindo, mas depois eu prestei atenção no resto da aula. (‘;

Final de semana teve festinha do Caio (parabéns atrasado), foi bem legal. E domingo fiquei no Taquari e a Sara foi também. Semana passada (se não me engano) fui ao crepe com as meninas, como sempre ótimo.

Ok, já descontei a minha raiva o suficiente por hoje. BeijosNÃOmeliga! :*

p.s.: Débora BIZAAAARRA! 8D Oi eu me acho a gostosa e gosto do Felipe Dylon. HAHUEAHEUHEEAUAHE! (inteeeerna)